Pós-Graduação
Stricto sensu

Mestrado e Doutorado em

Biotecnologia e Inovação em Saúde

São Paulo – SP

Apresentação

O Programa de Pós-Graduação em Biotecnologia e Inovação em Saúde apresenta uma estrutura coordenada para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos inovadores na área da saúde, propiciando a formação de docentes e pesquisadores capacitados a atender as novas demandas tecnológicas do nosso país. Seguindo o recomendado pela Política de Desenvolvimento da Biotecnologia Brasileira, que busca promover políticas públicas consistentes e de longo prazo para tornar possível o aproveitamento das oportunidades e potencialidades do Brasil no campo da biotecnologia, os cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado em Biotecnologia e Inovação em Saúde vem oferecer propostas de qualidade científica e formativa que se apresentam como uma aproximação do conhecimento acadêmico com o setor produtivo na área de Biotecnologia do Brasil, necessidade estratégica para o futuro do País. Os cursos de Mestrado Acadêmico e Doutorado foram aprovados pela CAPES em maio de 2012, ambos com nota 4. O programa teve seu início com edital e processo seletivo classificando em setembro de 2012 os candidatos ao doutorado e mestrado acadêmico.

Estrutura

O programa de Biotecnologia e Inovação em Saúde apresenta uma estrutura coordenada para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos inovadores na área de saúde, mostrando um equilíbrio entre a quantidade de docentes que sustentam as linhas de pesquisa inter-relacionadas, a distribuição de projetos desenvolvidos e a participação nas disciplinas oferecidas.

Objetivos

São objetivos do Programa de Biotecnologia e Inovação em Saúde preparar alunos para pesquisa, docência e atividade científico-tecnológica de inovação com ênfase na interdisciplinaridade representada de forma a integrar as áreas tecnológicas com as de saúde. Os futuros profissionais, capacitados e qualificados para atuar no mercado profissional, atuarão principalmente em centros de pesquisa, instituições de nível superior, no setor industrial, no Sistema Único de Saúde. Esta proposta fundamenta-se na necessidade de suprir uma área prioritária de suprir profissionais voltados para o desenvolvimento de produtos biotecnológicos. Além disso, devido à importância da formação especializada do pós-graduando em biotecnologia, oriundo da característica diferenciada e multidisciplinar do grupo de docentes que compõem o programa, estimulam a criação e transferência de tecnologia, de forma continuada, tendo como foco a incorporação de novos produtos pelo setor produtivo. Neste contexto, a universidade ocupa seu espaço como elemento de vanguarda na inovação tecnológica, com inserção nas economias regional e nacional, pela capacidade de desenvolver ensino e transferir os resultados das pesquisas de elevado padrão científico e tecnológico. Deve-se ressaltar, portanto, que a proposta deste programa é fortalecer a importância do desenvolvimento de pesquisa integrada para a formação de recursos humanos na área de biotecnologia. O perfil do profissional a ser formado são mestres e doutores dotados de espírito crítico e reflexão ética e científica que contribuam não somente para o conhecimento (que é linear e disciplinar), mas também para inovação (que é emergente e transdisciplinar).

Público-Alvo

Profissionais das áreas de Biotecnologia, Biomedicina, Biologia, Farmácia, Medicina, Medicina Veterinária, Odontologia, Químicas e áreas afins, submetido à aprovação do colegiado do programa.

Aulas

Aulas presenciais em Pirituba – São Paulo.

Noticias do Programa

Áreas de Concentração

A área de concentração Biotecnologia e Inovação em Saúde caracteriza-se pela condução de estudos e pesquisas que visam o atendimento às necessidades de áreas correlatas situadas na interface universidade/indústria/ saúde, atendendo a demandas prioritárias do país na área biotecnológica. Esta interface baseia-se no conceito atual de ciência convergente, caracterizada pela junção de várias vertentes do conhecimento que constroem seu universo cognitivo e alicerçam suas bases fundamentais na interdisciplinaridade de conhecimentos importante para a aplicabilidade dos resultados. Neste contexto, a área de concentração Biotecnologia e Inovação em Saúde reflete a crescente necessidade dos futuros profissionais em desenvolver novas tecnologias utilizando conhecimentos adquiridos em áreas clássicas como bioquímica, farmacologia, biologia molecular, físico-química, odontologia, fitoterapia e bioinformática, na direção da obtenção de métodos e produtos biotecnológicos inovadores e na caracterização de seus mecanismos de ação. O estudo da biocompatibilidade, biomecânica, bioquímica e aplicação pré-clinica e clínica dos insumos bioativos irão convergir para sustentar a escolha da área biotecnológica. Os projetos de pesquisas representados por esta área de concentração têm por objetivos a síntese, o isolamento e o desenvolvimento de insumos bioativos, a investigação de suas propriedades, as interações com os tecidos e ambientes orgânicos, os estudos de modulação de expressão gênica em abordagens genômicas, proteômicas, epigeneticas e avaliação pré-clinica e clínica dos mesmos, e também a validação e certificação de protocolos de pesquisa experimental, fundamentais para apoio ao desenvolvimento de novos insumos bioativos.

Linhas de pesquisa

Linha 1: BIOTECNOLOGIA APLICADA À MATERIAIS BIOATIVOS, FORMULAÇÕES E PROCESSOS EM SAÚDE: Desenvolver metodologias sintéticas (orgânicas e inorgânicas) para obtenção de novos compostos bioativos; identificar e quantificar insumos bioativos de origem natural; aplicar novas tecnologias para o desenvolvimento de dispositivos, síntese e formulações de materiais funcionais; gestão aplicada à Biotecnologia.

Linha 2: BIOTECNOLOGIA APLICADA AOS ESTUDOS CELULARES, MOLECULARES E EPIDEMIOLÓGICOS: Os estudos vinculados a esta linha de pesquisa dão ênfase a assuntos estratégicos na política de Biotecnologia atual, como a tecnologia do DNA recombinante, imunologia, microRNAs e expressão gênica, estudos envolvendo microbiomas, autofagia e fotobiologia. Além de atualizações sobre aplicação de processos biotecnológicos visando estratégias de combate de bactérias multirresistentes, resistência terapêutica oncológica, interação de bioprodutos em cultura de células e tecidos, tecnologias ômicas, marcadores biológicos celulares e moleculares e gestão e solução de problemas em produtos acabados e processos.

Linha 3: BIOTECNOLOGIA APLICADA À SAÚDE: Os estudos relativos à esta linha de pesquisa contemplam sistemas biológicos complexos cuja interação multidisciplinar contribui para a avaliação e aplicação na área de tecnologia em saúde. Esta linha de pesquisa tem por objetivo a avaliação clínica de insumos, produtos, bioprocessos e compostos bioativos, englobando a aplicação de métodos, processos e produtos de intervenção de bases biotecnológicas voltados à prevenção, diagnóstico, tratamento, monitoramento e aprimoramento na área de saúde e gestão do desenvolvimento na promoção do bem-estar. São realizados estudos observacionais, intervencionais e de meta-análise com o objetivo de integrar conhecimento, verificar segurança, eficiência e eficácia dos produtos biotecnológicos na clínica.

Disciplinas

Mestrado e Doutorado

Disciplinas Obrigatórias
  • Metodologia de Pesquisa, Bioética e Biossegurança
  • Biologia Celular e Molecular
  • Gestão e empreendedorismo (Obrigatória somente para Doutorado)

 

Disciplinas Optativas Gerais
  • Metodologia de Ensino e Estagio de Docência
  • Bioestatística
  • Propriedade Intelectual e Patentes
  • Políticas Públicas em Saúde
  • Tópicos Especiais em Biotecnologia
Disciplinas Específicas Relativas às Linhas de Pesquisa
  • Desenvolvimento de produtos biotecnológicos; Métodos Analíticos aplicados à Biotecnologia; Nanotecnologia
  • Seminários Avançados em Biotecnologia; Engenharia tecidual e Biocompatibilidade; Mecanismos moleculares de patogenicidade; Modelos de avaliação biológica
  • Fundamentos da Pesquisa clínica; Avaliação pré-clínica de produtos biotecnológicos; Pesquisa clínica aplicada

Corpo Docente

Prof. Dr. Hélio Hiroshi Suguimoto

Prof. Dr. Hélio Hiroshi Suguimoto

Lattes E-Mail helio.suguimoto@kroton.com.br

Prof. Dr. Henrique César Santejo Silveira

Prof. Dr. Henrique César Santejo Silveira

Lattes E-Mail henrique.silveira@kroton.com.br

Profa. Dra. Julia Alejandra Pezuk

Profa. Dra. Julia Alejandra Pezuk

Lattes E-Mail julia.pezuk@anhanguera.com

Profa. Dra. Katia Sivieri

Profa. Dra. Katia Sivieri

Lattes E-Mail katia.sivieri@kroton.com.br

Prof. Dr. Márcio Luiz dos Santos

Prof. Dr. Márcio Luiz dos Santos

Lattes E-Mail marcio.l.santos@anhanguera.com

Profa. Dra. Regina Mara Silva Pereira

Profa. Dra. Regina Mara Silva Pereira

Lattes E-Mail reginapereira1@anhanguera.com

Profa. Dra. Susana Nogueira Diniz

Profa. Dra. Susana Nogueira Diniz

Lattes E-Mail susana.diniz@anhanguera.com

Profa. Dra. Waleska Kerllen Martins Gardesani

Profa. Dra. Waleska Kerllen Martins Gardesani

Lattes E-Mail waleska.gardesani@educadores.net.br

Colaboradores

Prof. Dr. Alessandro Marco Rosini

Prof. Dr. Alessandro Marco Rosini

Lattes E-Mail alessandro.rosini@anhanguera.com

A Universidade Anhanguera de São Paulo – UNIAN não possui autorização do Ministério da Educação e não realiza procedimento de validação ou reconhecimento de diplomas estrangeiros no Brasil. As Instituições de Ensino Superior Públicas e Privadas, que estão habilitadas a reconhecer diplomas emitidos no exterior, podem ser consultadas na plataforma Carolina Bori, através do site: http://plataformacarolinabori.mec.gov.br/consulta-publica/adesao/consulta.

Localização e Contato

Universidade Anhanguera de São Paulo (UNIAN)
Avenida Raimundo Pereira de Magalhães, 3305, Jardim Iris, Pirituba –SP
CEP: 05145-200
Fone: (011) 3512-8415
E-mail: secretariastrictosensu@anhanguera.com.

Novos horários de atendimento presencial a partir de 11/10/2021.
3ª feira e 5ª feira das 10h às 16h com intervalo das 13h às 14h.

Profa. Dra. Julia Alejandra Pezuk

Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Biotenologia e Inovação em Saúde

Secretaria de Pós-Graduação Stricto Sensu